Instalar o Google Chrome no Ubuntu com WEBGL

O WebGL é um novo padrão que permite explorar, por intermédio do JavaScript, nativamente o 3D em um navegador Web. Aproveitando-se dos progressos trazidos pelo HTML 5, a começar pelo elemento Canvas que permite tornar dinâmicas imagens bitmap via scripts. A renderização 3D é efetuada pela placa gráfica.

A cada dia novos experimentos e jogos são feitos com o WebGL, e para jogar ou executar aplicativos que suportam WebGL é necessário ativá-lo primeiro.

Outro navegador que já possui em sua versão mais recente o WebGL ativado é o Firefox, mas atualmente o Google Chrome também tem suporte ao WebGL, e para desfrutar apenas quem possui placas gráficas dedicadas como NVIDIA ou AMD podem ativar o WebGL em seus navegadores. Placas gráficas como o Intel GMA e outras, são bloqueadas pelo Chrome. No entanto, você pode forçá-lo a ligar o WebGL e vamos abordar aqui como ativá-lo no Ubuntu 12.04.

PASSO 1 – INSTALANDO O CHROME:

Se você não possui o Google Chrome instalado siga esses passos, caso possua pule para o PASSO 2 .

Primeiro adicionamos a chave:

Depois o repositório:

Agora vamos instalar:

PASSO 2 – HABILITANDO O WEBGL:

Para habilitar vamos executar no terminal o google-chrome com o parâmetro “–ignore-gpu-blacklist”

Acesse o site http://get.webgl.org/ e se aparecer como na imagem abaixo então está tudo certo!

Agora vamos colocar esse parâmetro para iniciar automaticamente no Chrome.

Abra o arquivo:

Vá para a linha 108 e substitua:

Para:

E ficará como na imagem abaixo:

Agora salve e feche, abra o Chrome e pronto! o Webgl estará habilitado!

Ahhh outra coisa interessante são os exemplos de uso do WebGL nesse site aqui: http://www.chromeexperiments.com/webgl

DICA: o @hiper4tivo deu a dica como também habilitar o WebGL no Chromium.

Habilitar o WebGL no Chromium:

Primeiro é necessário instalar o programa “alacarte” que nativamente não vem mais no Ubuntu.

Depois de instalado esse o Alacarte pode ser buscado como “menu princial” ou como “alacarte”.

Abra o Alacarte e dentro dele vá em internet.

Depois escolha o Chromium, e clique em propriedades.

No campo do comando que executa o Chrormium vai estar “/usr/bin/chromium-browser %U” basta acrescentar no fim o comando “–ignore-gpu-blacklist”

Ou seja passou a ficar da seguinte forma:

/usr/bin/chromium-browser %U –ignore-gpu-blacklist

Agora basta iniciar o Chromium normalmente que o WebGL estará habilitado

Author Description

dodilei

Dizem que falo comendo as palavras, mas o que gosto de comer é um bom paniqueijo! além de OpenSource, Linux, Python e Javascript! :D

There are 7 comments. Add yours

  1. 14th maio 2012 | Hiperativo says: Responder
    Funciona no Chromium também? Eu usei a página de teste http://get.webgl.org/ e percebi que meu Firefox já tem suporte. Apenas o Chromium que não.
    • 14th maio 2012 | Dodilei says: Responder
      No Chromium funciona também colocando diretamente o parâmetro no terminal, mas para se colocar o parâmetro no início do browser não funciona como no Chrome. Basta no terminal:$ chromium-browser --ignore-gpu-blacklist Sim o firefox já vem com o suporte habilitado para webgl.
      • 16th maio 2012 | Hiperativo says: Responder
        No chromiun esse comando apenas abriu outra janela, mas não funcionou o WebGL não. E como seria pra habilitar automaticamente?
        • 16th maio 2012 | Dodilei says: Responder
          Eu ainda não descobri como habilitar automaticamente no Chromium, apenas no Chrome, mas vou procurar como fazer. Mas para habilitar no Chromium, vc deve fechar o navegador aberto e no terminal dar o comando: $ chromium-browser --ignore-gpu-blacklist Isso deve funcionar.
          • 16th maio 2012 | Hiperativo says:
            Não sei em qual arquivo editar isso. Mas consegui uma solução alternativa. Fui lá no aplicativo chamado MENU PRINCIPAL. Dentro dele eu fui em internet e depois escolhi o Chromium, e cliquei em propriedades. Ai no campo do comando que abre o Chrormium antes estava "/usr/bin/chromium-browser %U"eu acrescentei no fim o comando "--ignore-gpu-blacklist" Ou seja passou a ficar da seguinte forma: "/usr/bin/chromium-browser %U --ignore-gpu-blacklist" Aí troquei o lançado e passou a funcionar.
  2. 27th junho 2012 | Daniel de Oliveira says: Responder
    Ótima tutorial. Valeus ;)
  3. 16th abril 2014 | Jorge Pereira says: Responder
    tem um video nao =( nao entendi pq as parada escrita la em cima pra escrever nao sei onde colocar

Join the Conversation